Reflexos da quarentena

Isolamento social, escolas fechadas e ano letivo em andamento. Momento de transformação, incerteza e resiliência. Para compreender melhor este cenário, algumas instituições parceiras da iniciativa #aplaudaumprofessor ouviram professores e alunos.

Entre 23 e 27 de março, o Instituto Península ouviu  2400 professores da Educação Básica (redes pública e privada), na pesquisa “Sentimento e percepção dos professores brasileiros nos diferentes estágios do coronavírus no Brasil”. E, de 16 a 28 de maio,  a pesquisa “A situação dos professores no Brasil durante a pandemia” foi realizada pelo site Nova Escola, ouviu 8100 professores.

 

Entre 15 e 31 de maio, a pesquisa "Juventudes e a pandemia do Coronavírus", promovida pelo CONJUVE (Conselho Nacional da Juventude) em parceria com Em Movimento, Fundação Roberto Marinho, Mapa Educação, Porvir, Rede Conhecimento Social, Unesco e Visão Mundial, ouviu 33 mil alunos brasileiros de 15 a 29 anos. E, entre os dias 18 e 29 de maio, a Fundação Lemann ouviu 1.028 pais ou responsáveis por 1.518 crianças e jovens matriculados nos ensinos Fundamental e Médio.

Confira a seguir os principais resultados sobre saúde mental, mudança na rotina e expectativas de alunos e professores.

+ de 48 milhões de alunos*

 

+ de 2.2 milhões de professores*

 

*dados da rede pública

Infografico Aplauso Alunos F V2.jpg
Infografico Aplauso Professores Fv3.jpg